Saber Vencer

Observando alguns comportamentos de vencedores em diversas áreas, me lembrei da Hortência, a rainha do basquete brasileiro que, em entrevista há alguns anos, comentou que na vida sempre nos orientam a saber perder, mas quase nunca a saber vencer.

Quando crianças, nossos pais nos ensinam que às vezes se ganha, às vezes se perde e assim em joguinhos infantis, somos orientados a saber perder e levar a derrota “na esportiva”, sem chiliques!

Adolescentes, na prática do esporte, a mesma toada segue – saber perder com dignidade é a regra. Nada se fala sobre saber vencer.

Com isso, crescemos sem saber lidar com a vitória, com o sucesso e a inebriante (e equivocada) sensação de que a vitória nos alça a um patamar diferenciado e, portanto, adquirimos direitos – o direito de tripudiar em cima do adversário, o direito de nos posicionarmos acima do bem e do mal, entre outros.

O anel da vitória e do sucesso não perdoa. Exemplos me vêm à cabeça como Amy Winehouse e Adriano, o Imperador (!), para citar alguns deles. Inegáveis talentos, vitoriosos e bem sucedidos em algum momento, mas que sem saber o que fazer com a vitória, perdem o sentido de si mesmos, deixando-se envolver pelo entorno.

No mundo corporativo, o anel do sucesso também aperta e como aperta! Os exemplos talvez não sejam tão contundentes como no esporte ou na música, mas líderes, diretores, empreendedores e empresários são vítimas do não saber vencer, de maneira surpreendente. Passam a encarar concorrentes como inimigos a ser eliminados, colaboradores como peças no tabuleiro a ser movidas segundo o mapa que ele, o vitorioso, desenhou. Muitas empresas, projetos e grandes sonhos já foram reduzidos a pó, em consequência da inabilidade de lidar com a vitória.

Por isso, procure aprender com grandes vencedores: aqueles que já reconheceram que a vitória e o sucesso são efêmeros e que não significam garantia de um lugar permanente no Olimpo. E que saber vencer, com humildade e disciplina, é essencial.

Celia Spangher

Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que com os devidos créditos e o link correspondente. @2017

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: